Newsletter
Receber newsletters
Camel Trophy Portugal
por email

Wallpapers



Range Rover V8

Votos de utilizador:  / 2
FracoBom 
Para inaugurar a participação da Land Rover neste acontecimento internacional, foi escolhido um modelo imponente: o Range Rover, de 3 portas e propulsionado pelo potente motor V8 (a gasolina). Devido às boas prestações na edição de 1981 (Sumatra), foi novamente utilizado na edição de 1982 (Papua - Nova Guiné).

Acredita-se que, infelizmente, todos os Range Rover de ambas as edições foram destruídos ou sofreram acidentes. Mas, por um acaso, em Agosto de 2004 foi localizado 1 deles, sendo actualmente (e tanto quanto se sabe) o único sobrevivente, e também o mais antigo veículo Camel Trophy (que participou em provas). A sua autenticidade foi confirmada pela própria Land Rover e pelo Heritage Motor Centre, em Gaydon.

A história deste sobrevivente é simples: após a prova de 1982, foi comprado pelo pai de um participante da equipa Holandesa. Anos mais tarde, transportou pai e filho numa viagem a África. Depois dessa aventura, foi vendido a Hans Hocope, um especialista Land Rover localizado a Nordeste de Amesterdão, que o manteve guardado durante 15 anos, até ser vendido para Inglaterra, em Agosto de 2004.

Este exemplar tinha, ainda, o guincho Warn 8274 na frente, a grade de tejadilho com as luzes auxiliares e as placas de desatascamento, bem como os apoios para os jerrycans. Na foto seguinte, pode-se ver o seu estado, à chegada a casa do actual proprietário.

Range Rover V8 - 1982

Os Range Rover utilizados em 1981 e 1982 não tinham entrada de ar elevada (snorkel), nem grades de protecção, interiores ou exteriores.

Possuíam uma protecção frontal tubular e arredondada, e na parte inferior desta estavam colocados 2 faróis suplementares, rectangulares (possivelmente, de nevoeiro).

Tinham, também, na frente da grade de tejadilho, 4 faróis adicionais, redondos: 2 nas pontas + 2 ao centro (possivelmente, tratam-se de faróis de longo alcançe e de espalhadores laterais).

Pelo menos uma das viaturas (matrícula D TW489) surge em diversas fotografias com apenas 2 faróis na frente da grade de tejadilho e com 4 na protecção frontal, e sem os 2 faróis suplementares rectangulares na parte inferior da protecção frontal. No entanto, não parece ter sido esta a norma para as viaturas de prova, o que leva a crer que esta viatura seria da organização ou que as fotos onde aparece se tratam de reconhecimentos ou para fins promocionais do evento.

Na edição de 1981, foram colados autocolantes com o logótipo Camel Trophy da altura, sobre um fundo preto. Este autocolante ocupa toda a largura das portas e cabe entre as 2 reentrâncias horizontais da carroçaria. No capot, foi colocado um autocolante com o logótipo Camel Trophy e o número “81”, referente ao ano da edição.

Em 1982, as únicas diferenças visíveis entre a edição anterior, são:
  • substituição do autocolante com o logótipo Camel Trophy nas portas (sendo agora colocado mais acima, e sem o fundo preto nem a referência ao ano do evento)
  • colocação da famosa placa Camel Trophy na frente da protecção frontal, ao centro e logo acima do guincho (e remoção do autocolante do capot, com o logótipo Camel Trophy e referência ao ano do evento)
  • colocação de um autocolante com a bandeira do País participante, nas laterais frontais da viatura (à frente dos piscas laterais); é possível que também se tenha iniciado, neste ano, a típica colocação do nome dos participantes nas laterais das viaturas, junto às portas.

Características do motor:
  • Gasolina, 8 cilindros em V
  • Cilindrada: 3500 cc
  • Força Máxima: 135 cv a 4750 RPM
  • Torque: 25,5 m.kgf a 2.500 RPM

(conteúdo baseado em dados fornecidos por: CamelTrophy.es e Camel Trophy Brasil)

Partilhe este artigo: