Newsletter
Receber newsletters
Camel Trophy Portugal
por email

Wallpapers



Defender 110 CT98 - Paulo Rocha

Votos de utilizador:  / 5
FracoBom 


20 Dezembro 2004 - O Projecto Camel virou "estrela" (um destes dias ainda entra na Quinta dos Famosos eheheh). O Rui Melo da revista Land Portugal mostrou interesse em fazer um artigo sobre esta minha aventura (olha a baba!). Após coordenação de agendas, lá nos encontrámos para umas fotos e para conversar sobre a cotação das bolsas e o impacto que o assunto tem na economia mundial... Quer dizer... Mais ou menos: Falámos dos Land Rover e do Camel Trophy, e também falámos dos Land Rover e do Camel Trophy! ;-) A história seria publicada na edição de Janeiro da revista Land Portugal.

Land Portugal

27 Dezembro 2004 - O Pai Natal foi um fixe: Chegou da Alemanha a fantástica chapa em alumínio prensado do Camel Trophy, para a grade do tejadilho. E veio outra chapa Camel igual, mas não digo para quem! ihihihih (será do Guaraná???)...



28 Dezembro 2004 - A "Camel Plate" foi colocada no local destinado e havia que estreá-la com "pompa e circunstância ". Que melhor sítio que uma Nocturna no Rio Lizandro? - um local que baptizámos de Burundi devido ao cenário e dificuldades que apresenta. O grupo Burundi Expeditions reuniu em peso para a despedida de 2004 e, no meio de um intenso nevoeiro e chuvisco, só abandonou o local já passava das 5 da manhã.

Burundi Burundi Burundi
05 Fevereiro 2005 - Após 7 horas de trabalho X 2 pessoas, todos os faróis auxiliares foram ligados. Finalmente! Ao todo são 7 faróis extra colocados no Defender Camel Trophy:

  • - 2 Hella 550 Comet longo-alcance no Bull-bar;
  • - 2 Hella Rallye 1000 longo-alcance na grade;
  • - 2 Hella Rallye 1000 nevoeiro na grade;
  • - 1 Hella Worklamp (luz-trabalho) na grade, atrás.

Os relés (relays) com fusível e os interruptores são colocados numa caixa metálica, por sua vez, colocada no centro do tablier. Na viagem ao LRO Show em 2004 consegui comprar uma ao Bem Stowe do CTOC

Painel de luzes Camel Trophy

Para passar o cabo (3 X 2,5mm com duplo isolamento) é necessário fazer um furo no tejadilho (é de arrepiar esburacar o tecto do carro). Outro furo é necessário na traseira para passar o cabo da Worklamp. Até aqui tudo simples ;-) Passar aqueles cabos por dentro do forro e pilares é que dá uma trabalheira.

Foi montado também um corta-corrente para o guincho e está pronta a uracão para um corta-corrente geral a colocar em breve. Optei por colocar ao lado do travão de mão, já que fica junto da cablagem da bateria e é de fácil acesso.

Projecto Camel Projecto Camel
Já de noite fui alinhar a "farolada"... Escolhi uma rua sem candeeiros e sem trânsito para a operação. CHIÇA!!! Ficou de dia!!! Mesmo com lâmpadas de 55 Watts aqueles Hella todos juntos fazem uma festa.

Deixa cá somar... 6 x 55 (faróis extra) + 2 x 60 (faróis do carro) = ora... 6% do PIB... é só fazer as contas ;-)